Vitamina D: uma orquestradora de respostas imunes – GrassrootsHealth Vitamin D: An Orchestrator of Immune Responses

Fonte: Vitamina D: um orquestrador de respostas imunes – GrassrootsHealth

Vários estudos mostraram uma ligação entre deficiência de vitamina D, aumento da inflamação e desregulação do sistema imunológico, demonstrando a necessidade da vitamina D na manutenção de uma resposta imune saudável e eficaz. Foi demonstrado que a vitamina D melhora as respostas imunes inatas e adaptativas enquanto controla uma resposta inflamatória potencialmente prejudicial.

As evidências mostram que a vitamina D é capaz de controlar a função imunológica em vários níveis diferentes; de fato a maioria das células imunes, incluindo células B, células T, monócitos, macrófagos e células dendríticas, possui um receptor de vitamina D.

As células imunológicas contêm as enzimas necessárias para converter a vitamina D em sua forma ativa e utilizam a vitamina D para desempenhar certas funções, inflamação desencadeia os monócitos e macrófagos (tipos de glóbulos brancos) para aumentar a produção de enzimas ativadoras da vitamina D, a vitamina D tem efeitos antivirais diretos, inclusive contra vírus envolvidos (como o coronavírus).

Com a fisiologia e funcionalidade da vitamina D acima conhecidas, faz sentido que a sua conversão e utilização pelas células e tecidos locais seja essencial para a forma como as células imunológicas respondem à infecção.

Nossa primeira linha de defesa depende de vitamina D.

Vamos começar com uma lista de ações nas quais a vitamina D está envolvida com o sistema imunológico inato, que é a primeira e imediata linha de defesa do corpo contra um patógeno.

AÇÃO: A vitamina D permite que as células imunes e epiteliais (como as dos pulmões e trato gastrointestinal) aumentem sua produção de peptídeos antimicrobianos, regulem certas células imunes e reforçam a barreira física para uma melhor resposta contra infecções; isso é especialmente verdadeiro para as células epiteliais das vias aéreas em resposta a uma infecção viral

AÇÃO: A vitamina D é necessária por certos glóbulos brancos para ajudá-los a reconhecer, se ligar e destruir patógenos no corpo (através de processos chamados quimiotaxia, autofagia e fagocitose)

AÇÃO: A vitamina D influencia a microbiota intestinal e ajuda a manter seus efeitos moduladores imunológicos

O diagrama abaixo ajuda a ilustrar alguns desses efeitos que a vitamina D (calcitriol, a molécula no meio) é a forma ativa da vitamina D, 1,25-di-hidroxicolecalciferol), sobre o sistema imunológico inato. Sassi et al., Nutrients, 2018.

Com as informações fornecidas acima, não deve haver dúvida de que a vitamina D é essencial para uma resposta imune saudável e para ajudar a impedir que um patógeno invada e cause doenças.

Em um próximo post, abordaremos ainda mais maneiras de a vitamina D fornecer suporte a um sistema imunológico mais forte, por meio de ações específicas no sistema imunológico adaptativo e nas células T.

Seu sistema imunológico é forte o suficiente para ajudá-lo a se manter saudável?

CONTINUA EM:

Fonte: Vitamina D: um orquestrador de respostas imunes – GrassrootsHealth